quinta-feira, agosto 10, 2006

Enjooooy

E se não fosse de dança, o que eu seria hoje em dia?
Não paro muito pra pensar nisso mas me veio a dúvida nessa manhã. Nessas últimas semanas, além de muita festa e noites viradas eu tenho dançado e muito. Ensaiando todos os dias, algumas apresentações agendadas, muito tempo passando sem eu me tocar. É, já é agosto e não vou ficar me perguntando o que eu fiz nesse ano de válido. Tudo que sei é que o movimento me alimenta e me desloca de toda realidade a minha volta. Ontem parei um pouquinho em frente a tv, as notícias do Rio não andam muito boas, mais invasão em favelas, mais mortes, mais medo. A guerra urbana continua, se alternando em endereços. Enquanto não volto a presenciá-la, ando por aí distraída numa fase mais boêmia de minha vida. Amigos, companhias, cervejas e gargalhadas me ocupam nesses dias.
Hoje me apresento, amanhã também. Eventos simples, mas que conseguem tocar o público e lavar minha alma a cada passo, olhar e sentimento. Não pretendo ficar ausente do mundo, mas uso minha dança como arma nesses dias reservados apenas para meu desejo mais egocêntrico chamado diversão.

6 Comments:

Blogger tulio cassio said...

EI MI..
ENJOYYYYYYYY...
EH a dança faz essas coisas nehhhhhh.
bacana o texto...
Eu tbm to curtindo essas noites..

5:30 AM  
Blogger Daniel Moura said...

Não sabia q vc ensianva dança...

hehehehehehe

queria aprender a dança... sou um perna de pau do caramba

6:54 AM  
Blogger Rodrigo Huagha said...

como diz SEU ALCIDES -vida bôa!!!!

11:21 AM  
Blogger Sr. Julim... said...

gostei de mas do seu blog e do tanto que expressa bem
bjussssssss
passa la no meu

2:43 PM  
Blogger Rodrigo Huagha said...

realmente é um bom sentimento!!!

pena q é uma estória..rsrs!!

bjos!!!

5:25 PM  
Blogger o alquimista said...

Passei por aqui e fiquei encantado com o teu espaço, volto se não te importares

2:36 AM  

Postar um comentário

<< Home